¡CHUPE ESSA PROSTITUTA PORCA!…traducción de mis poemas viejos al portugués por RICARDO POZZO

Mastro

Só a pele
umedece o mastro de meu barco
e conhece os gemidos
dos peixes que morreram
por uma concha
irmã maior da espuma
que me mantém erguido
neste ermo de sal.

******
Chasma ghes
A sombra de um projétil pode ser tão sedutora
e Deus uma pastilhinha azul
então manuseio o vazio
porque a neblina não está no ar
está nas máscaras que nos olham.

Ás vezes a noite é tão longa
que se deve ir longe.

*****

Beatitud

Todos me dizem Abismo,
não sabem
que sou Deus ébrio
no deserto

fumando flores santas
até o amanhecer.

******

As meninas fodem com todos, menos comigo 

Meus amigos
passam contando-me
quem sabe dar uma boa chupada
e quem não,
Eu como só fodo por acidente
fico calado
volto a ver
a inutilidade que tenho entre as pernas,
penso em todos os “quase a como”,
compro cerveja
finjo que estou bem
ergo minha cabeça
o bar está cheio de meninas sós
que  não querem conhecer-me,
mas igual
escolho minha presa
me aproximo
ponho minha melhor cara de “eu também sou como os outros”,

a menina sorrí
tudo vai bem,
até que começa a contar me
do quão inteligente é seu noivo,
que deveria conhecê- lo
que, certamente, iríamos nos dar bem.

Regresso em casa cedo
depois de 90 cervejas mais
e de haver vomitado nas pernas
do noivo da menina.

******

Quarenta dólares a hora
 
Que importa
levar um sudário entre as sobrancelhas
se esta noite
é pluviosidade carnívora
e quartos de motel?.

*****

 

Ricardo Pozzo (Buenos Aires, 1971)
 
Poeta, fotógrafo, músico y activista cultural, integrante del colectivo Pó & Teias, de Curitiba, Paraná, Brasil, donde vive hace 30 años. Ha publicado poemas y fotos en varias antologias y revistas, tanto impresas como virtuales.

http://poeteias.blogspot.com/

2 Respuestas a “¡CHUPE ESSA PROSTITUTA PORCA!…traducción de mis poemas viejos al portugués por RICARDO POZZO

  1. el portugues le queda de rechupete a esos versos.
    y que versos!!!
    nuestro acercamiento a los demas solo para desmoronarnos en nuestra soledad mas fuertemente. nuestra conciencia de los rituales vacios de la comunicacion… el poder risible y dulce de lo todopoderoso……

    Me gusta

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s